Total de visualizações de página

1.4.08

morto um assentado do movimento dos sem-terra

Um agricultor ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) foi assassinado dentro de casa, em um assentamento de Ortigueira (PR), no domingo (30). Segundo a assessoria do movimento, dois homens encapuzados invadiram o imóvel e executaram a vítima na frente da família.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná informa que cinco suspeitos de envolvimento no crime foram presos entre a madrugada e a manhã desta segunda-feira (31). Com eles, foram apreendidas três armas e munição.


A Secretaria da Segurança Pública do Paraná informou que já foram presas cinco pessoas suspeitas de terem participado da morte de um dos líderes do Movimento dos Sem-Terra (MST) no Paraná, Eli Dallemole. Ele foi morto na noite de ontem, quando estava dentro de casa no assentamento Libertação Camponesa, em Ortigueira, a cerca de 250 quilômetros de Curitiba. Segundo as informações, entre os presos está um proprietário rural da região. Ele já teria mandado de prisão expedido há cerca de um mês sob acusação de ter participado da expulsão de sem-terra de uma fazenda.


Um comentário:

gelson disse...

o governo não toma providências para acabar com esse movimento de arruaceiros que é o mst,daí um dos motivos dos agricultores se revoltarem a ponto de assassinar um deles,se é que foi morto por encapuzados como dizem,porque essa gente se faz de vítima mas quem invade e depreda são eles mesmos
de qualquer forma,é lamentável um assassinato.